terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sketch do Doctor

Juro que não lembro da última vez que viciei tanto em alguma coisa quanto viciei em Doctor Who. Geralmente o vício é normalzinho, mas Doctor me cativou de um jeito peculiar. Decidi assistir do começo (da série recente), e as primeiras temporadas se arrastaaaaaaram! Confesso que os primeiros episódios são BEM chatinhos, mas eles vão melhorando aos poucos. Não desisti logo no começo porque alguns amigos meus insistiram que eu continuasse, e também fiquei me perguntando que não era possível tanta gente assim gostar, se não acabasse ficando legal. E ficou. Mas não dá pra saber quando exatamente, só sei que no final da segunda temporada eu já não conseguia mais parar. Se você, como eu, assistiu apenas o primeiro episódio (o que são aqueles bonecos?!) ou qualquer episódio aleatório e achou tosco demais, trash demais, eu te digo: assista do começo que tudo faz sentido! Como disse uma amiga minha: é preciso abraçar o trash. Depois de um tempo, você só consegue enxergar a genialidade daquilo tudo.

Acho que é impossível não se apaixonar pelos Doctors ou desejar ser uma de suas "companions". E o mais legal, é que toda vez que o Doctor muda, ele adquire uma personalidade completamente diferente, mas cada qual com seu brilho especial. (Desculpa David Tennant, mas o Matt Smith te desbanca facinho! rs...)

Matt Smith como 13º Doctor


Você ainda não começou a assistir Doctor Who? EXTERMINATE!

(e desculpe as milhões de piadiadinhas internas, mas sabe como é... gente nerd é foda) 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...