terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Cartões de Natal, o mundo do freela, e decisões tomadas

Fiz estes cartões de Natal para queridos amigos meus. Eu gostaria de poder produzir mais, de ter tempo e disposição (os dois juntos, de preferência). Fico fazendo planos para o recesso de final de ano, finalmente trabalhar nos meus projetos, mas é aquela coisa... não sei se vai dar muito certo.



Acabei fazendo algumas escolhas para o ano que vem que vão tomar ainda mais do meu tempo do que tive esse ano, e por mais que pense que estarei perdendo a liberdade sobre a minha rotina, talvez seja mesmo a coisa certa a se fazer neste momento. Não sei se estou preparada para encarar o mundo do freela, da insegurança financeira, mesmo que isso signifique sacrificar meus projetos pessoais, a possibilidade de criar coisas minhas. Na verdade, não quero ter que sacrificar tudo isso, vou fazer de tudo para manter meus projetos paralelos, mesmo que fiquem ainda mais para segundo plano.

Quem me conhece sabe que gosto muito de ter controle sobre as coisas que eu faço e principalmente sobre meu tempo, e por muito tempo, o mundo do "freelancer" me pareceu a ideial. Total liberdade para trabalhar, onde eu quero, como eu quero, quando eu quero. Isso também quer dizer que, por outro lado, ele é instável, hoje você tem trabalho e amanhã não. É preciso estar sempre em busca de novos clientes, estar sempre no pé pra mostrar que você existe, está lá e precisa de trabalho. Também quer dizer que nem sempre pode se dar ao luxo de dizer "não", afinal, muitas vezes a grana fica em primeiro lugar. O mundo do freela também quer dizer controlar suas próprias finanças, pagar impostos e outros tributos que ficam a cargo da empresa, tanto que acabamos esquecendo que existem.

Todos esses fatores podem ser contornados, é claro, mas o que mais pega na realidade é o fato de trabalhar sozinho. Primeiro parece ótimo não ter que "socializar"e poder se focar no que é importante pra você. Mas ficar enfurnado em seu quarto a maior parte do dia, e muitas vezes com pessoas que não entendem que você está trabalhando só porque está em casa, isso é complicado. O contato humano, a troca de experiências, de opiniões... coisas que só o ambiente coletivo profissional pode nos proporcionar, é o que mais faz falta. Ficar sozinho em casa pode te deixar pirado também se você não souber contornar.

Algumas pessoas me dizem que devo continuar criando histórias, ainda mais depois do sucesso do Vidas pela HQM. Gente, eu achei isso o máximo, é sério. Eu quero muito criar outras histórias, me envolver com outros personagens, outros universos. Mas ainda não dá pra viver só disso (e voltamos a ideia dos projetos mais paralelos).

Agora a gente pega tudo isso e coloca na balança.

Nossa, como eu queria ter essa vida de artista.

É, talvez eu tenha nascido para isso. Talvez...

Mas então fazemos escolhas para nossa vida, e não importa que tudo dê errado, o importante é tentar. Só pra poder dizer "isso realmente não é pra mim" ou então "que bom, era isso mesmo o que eu queria". Só que a gente não pode ter medo de tomar decisões, de seguir em frente. Os sonhos mudam, as nossas visões também, e a gente sempre pode parar, pensar, e decidir novos caminhos.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Os cartões ficaram muito bonitos. ç__ç

    Atualmente, eu tenho pensado muito sobre trabalhos como freelancer e trabalhos comuns. Terminei o ensino médio ano passado e ainda não decidi que faculdade seguir. porque sou Webdesigner e, essa é meio que uma profissão sem futuro, além do freela. O problema é que freelancers não tem estabilidade alguma. =$
    Te entendo totalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! É difícil começar como freelancer porque você tem pouca experiência e clientes, entõ eu recomendo começar trabalhando fixo, mesmo que não exatamente na área que deseja, se for próxima há a possibilidade de crescer =)

      Excluir
  2. PS: Este ano você bateu o recorde de postagens, notou? ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado que foi o ano que não produzi quase nada do Vidas, e mesmo assim tinha o que postar, ainda mais com o lançamento pela HQM... fico feliz também que os leitores curtam o conteúdo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...