domingo, 18 de março de 2012

Um pequeno fan service da Juno

Um pequeno fan-service da Juno, porque sei lá, deu vontade de fazer! huahauahu E porque eu precisava atualizar esse blog com algum desenho...



Mudando de assunto... Não sei se vocês lembram (quem acompanha o blog deve lembrar) da minha saga de insatisfações com os eventos do Fanzine Expo, e bem, a verdade é que antes eu nunca tinha me envolvido de verdade e só participava porque parecia ser uma oportunidade legal de divulgação e encontrar alguns leitores. Passei por muitos 'desprazeres' mas nunca parei pra me perguntar o porque de todos eles e sempre culpei a organização do evento. Agora eu sei que o buraco é mais fundo. Prefiro não entrar em detalhes, mas isso tudo me deixou triste e eu não posso mais participar de algo que não concordo. Para todos aqueles que só viam nesse evento a oportunidade de encontrar o fanzine, tenho certeza de que outras oportunidades virão, e em todo caso, nos comunicaremos através do blog. Lembrando que também envio os fanzines por correio!

Obrigada a todos os que acompanham 'virtualmente' o fanzine, e que acompanham esta autora pseudo-brega em seus posts. "Vidas" foi mais longe do que eu poderia ter imaginado quando comecei, e isso quer dizer que fiz pelo menos alguma coisa certa rs.

Espero que isto sirva de mensagem ou inspiração aos novos fanzineiros que de alguma forma se desanimam com a forma em que as coisas são levadas nesse mundo. Uma dica: dependam apenas de si mesmos e façam aquilo que vocês gostam. Muitas vezes, você terá que ouvir aquilo que não gostaria, pessoas dizendo que é ruim, mas se você acredita no que faz, isso que importa. E a melhor resposta para todas as críticas (construtivas e destrutivas - as destrutivas nem chamo de crítica) é: PRODUZIR. Faça o melhor que puder, faça MELHOR até do que você pode. Crie um site, divulgue seu trabalho e crie uma relação ampla com os leitores. As pessoas gostam de serem ouvidas tanto quanto de ouvir. O mundo está cheio de mediocridade, e as vezes nos sujeitamos a ela porque queremos uma oportunidade. Mas até onde vale a pena se sujeitar? Se queremos ser vistos como profissionais, devemos buscar o profissionalismo em tudo o que fazemos, inclusive na forma de divulgação. E não estou dizendo que você só é profissional quando trabalha com isso ou tem um nível técnico avançado. Ser profissional é levar a sério o que faz, mesmo que esteja apenas começando. Todos já passaram por essa situação, todos já começaram por algum lugar, mas nem por isso permaneceram nele para sempre. O profissionalismo se encontra em todos os níveis, e cabe apenas a você escolher o que quer para seu trabalho.

Estou me delongando, mas é que vejo que muitos artistas se perdem (até eu me perdi) e gostaria de compartilhar minha própria experiência, para que pensem nela como inspiração.


Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Você apenas está evoluindo em todos os aspectos como sempre! Isso é bom e já mostro profissionalismo :D

    A anatomia de suas personagens é bem atraente hoho

    ResponderExcluir
  2. Putz, imagino a zica por trás desse evento, cara... Juno parece que tá vestindo o bikini dourado da Princesa Leia! (acho que associei por causa do cabelo preso) Hihi!

    ResponderExcluir
  3. Fiu fiu! Hahaha

    Lembro de quando você começou, o desenho era bom, mas você melhorou MUITO. Vidas é muito gostoso de ler, tanto pela história quando pelo traço e acabamento final. Me gusta aheuaheuahu

    E é bem como você disse, quando expomos nossos trabalhos temos que estar abertos as críticas (e a imbecis mal educados também), e produzir muito para nos superarmos, estagnar, nunca.

    Estou ansiosa pelo fim de Vidas, quero muito ver esse final!

    ResponderExcluir
  4. Yeah fanservice LOL Adoro a Juno *O*

    Bom, eu acompanhei parte dessa discussão no facebook e sinceramente...cheguei a conclusão de que não vai adiantar nada essa discussão porque se um dos lados não acata, não adianta! Deixei minha opinião lá e vazei XD

    Mas falando sério...eu vou só nos eventos por causa do fanzine e do povo que compra, só que como tô abrindo para leitura online eu vou fazer um teste no AF. Se as vendas forem ruins, tô pensando seriamente em tirar o barco fora (apesar de falar que ia continuar até fechar o zine, mas tem as vendas pelo correio e a versão online, então...)
    Porque assim como disse no meu mega post no face, eu queria MUITO que houvesse um evento voltado para quadrinhos independentes, em que a gente realmnte podia ter uma chance de crescer no quesito profissional, sabe. Mas isso tá muito longe de acontecer no Brasil *olha pra realidade e suspira*

    Enfim, me avisa quando sair o impresso do 06 que eu quero todos os volumes do Vidas aqui na prateleira! *O*
    (vou até fazer um esforço aqui pra não ler quando sair o online hauahauhua)
    Mas sabe como eh né...último volume a gente fica mto curioso XD

    Bom, no aguardo para novas prévias/novidades e projetos novos! o/

    ResponderExcluir
  5. Haha, depois ninguém entende porque eu não sou patriota...ai ai naçãozinha atrasada essa nossa né! Mas acho que o seu fanzine é um exemplo do que pode acontecer quando se acredita no seu projeto, quando a dedicação é intensa: Sucesso. Parabéns por fechar esse ciclo Mary, não é todo mundo que tem essa garra, ainda mais com tanto obstáculo no caminho.

    ResponderExcluir
  6. Você chegou num ponto já profissional no seu traço e bom gosto. Parabéns. Foi legal acompanhar seu desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  7. Que supremo este perfil que já não é perfil, é um dos ângulos mais díficeis de deixar uma cabeça visualmente interessante

    ResponderExcluir
  8. Amo seu trabalho. Sério, você é uma profissional inteligente, divertida e dedicada. Obrigada por escrever suas fanzines, deixou uma criança de 12 anos, culta porém meio infantil, muito feliz.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...