domingo, 23 de janeiro de 2011

Alguns comentários sobre o evento...

Foi um pouco triste, depois de tanto comentar aqui sobre a decadência dos eventos de anime, e ter participado desse Anime Dreams... por um momento, quase esqueci porque estava tão desanimada com eles! E dessa vez, não foi só pelos motivos antes citados, mas porque esse domingo foi especialmente caótico.

Motivo: Algum engraçadinho decidiu espalhar spray de pimenta no prédio das salas temáticas, que teve que ser evacuado por causa do ar condicionado. Isso no meio da maior chuva, empurrando o pessoal pro prédio que a gente estava instalado. Não dava nem pra andar lá dentro de tão lotado. Depois decidiram jogar no nosso prédio também! Mas sorte que estávamos perto da porta, e nem senti tanto assim.. quer dizer, só tive uma reação alérgica que atacou minha rinite, mas fazer o que ¬¬'. Foi aí que decidi que precisava ir embora, porque não dava mais pra ficar lá... nunca quis tanto estar em casa...

As vendas no Fanzine Expo estão caindo gradativamente, e pode-se notar o desinteresse do público com os artistas independentes... quem participa há mais tempo percebe a mudança, e reclama. Mas foi nisso que os eventos se transformaram, num negócio de arrecadar lucros, e só.

Pra mim, esse foi o último evento de anime que participo. Vou me aposentar deles. Não acho que seja definitivo, mas estou definitivamente cansada disso. Não muda. Toda a esperança que eu tinha se esvaiu. Não quer dizer que eu vou parar de desenhar a série, porque pretendo faze-la até o fim. Só vou repensar as formas de distribuição dos zines impressos. Vou continuar disponibilizando a venda por correio também, e a leitura online.

Surgiram algumas idéias entre os fanzineiros de tentar pegar alguma sala para os próximos eventos, e não ficar apenas dependendo dos "restos" que são deixados para nós. Mas sei lá, quando estiver mais perto, eu decido o que fazer.

Tirei algumas fotos do local onde estávamos:
 




Quando o evento abriu, tinha uns 5 fanzineiros por lá, e alguns chegaram depois... no final, no máximo umas 15 pessoas participaram no domingo.



E por fim, uma foto da minha mesa (a pasta de desenhos sempre chama a atenção das pessoas).




Obrigada a todos que foram me ver, e estão sempre me acompanhando! Em breve postarei as informações pra compra da edição nova!


Esse desenho do Jay eu fiz hoje durante o evento, e coloquei as reticulas no Photoshop quando cheguei em casa... o primeiro Jay sem bandana e com cara de japa... eu gostei! Hahaha... ^^




Agora chega... em breve mais atualizações e comentários sobre a quinta edição! MAS JÁ?? Ah, meus queridos.. minha mente não pára nunca...


Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Oi, Mari!
    Eu me aposentei da vida de eventos de anime em 2006. Nunca mais vendi fanzine e, depois disso, fui só mais uma ou duas vezes e é super visível como os eventos decaíram.
    O preço está muito alto, a qualidade das atrações está muito baixa e o público mudou. Às vezes, vale mais a pena você encontrar outro jeito de divulgar seu trabalho em vez de se sujeitar à eventos de tão baixo nível.
    Só digo para você não fazer a mesma coisa que eu: NÃO pare de fazer seus fanzines! Seu trabalho é muito bom!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Puxa, quanto mais vejo fotos assim mais tenho vontade de ir a um evento desses

    ResponderExcluir
  3. Eles já foram melhores!
    Sinto não ter pegado os bons tempos, como era antigamente =/

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente, os eventos ficaram com mais cara de show do q uma oportunidade q os artistas tem de mostrar o q podem fazer, e serem descobertos por caça talentos, como acontece nos EUA, e no Japão. Eu faço meus impressos, mas nao pra vender em eventos, e numa qtde pequena, com a qual a minha margem de prejuízo seja menor (trabalho com margem de preju, não de lucro =x). Faço das minhas palavras as da Anita: Não deixe de fazer sua história. Precisamos de eventos q não tratem o independente como lixo. Mas acho q isso é uma coisa q não adianta a gente simplesmente reclamar, né? Temos q tomar uma atitude, se ela for cabível. E encontrar pessoas q pensam da msm forma q nós pra servirem de apoio, e de orientação.
    Seu zine tá lindo!! *_____*
    Parabéns, ainda vou comprar os meus.

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. realmente, ser fanzineiro no brasil é complicado T_T o povo só quer saber de naruto, bleach, e agh XD
    Mas seria uma boa um site tipo o centraldemangas.com.br só com fanzineiros brazucas =D

    ResponderExcluir
  6. Nossa, parei de vender fanzine em 2005 eu acho, nem lembro mais... além de só ter evento longe, aqui em Curitiba pararam com tudo por vários motivos bobos, e viajar sempre pra mim era complicado por motivos financeiros. Aliás desanimei geral em fazer quadrinhos depois de várias chapuletadas que levei de muita gente e por ver que não valia a pena (no meu caso).

    Talvéz eu volte a fazer alguma coisa mas as chances são remotas. Muito trabalho e pouco retorno. Mas não desanime com o seu projeto, é muito bom!

    ResponderExcluir
  7. Ois!Sou a gisele a doidinha q tava sentada do seu lado LOL
    Entao esse esquema da sala vamos ver como faz, pois minha amiga sabe como conversar com os organizadores. É só marcamos direitinho e se voce estiver interessada tentaremos manter contato! o/
    bjaum

    ResponderExcluir
  8. Não sei como andam os eventos de anime porque o último que fui foi no milênio passado... acho que 98, por aí.

    Mas acredito que se o pessoal organizasse um evento só de quadrinhos brasileiros, incluindo zines e editoras (com obras nacionais), talvez o povo fosse com mais vontade conhecer o trabalho dos artistas brazucas. TALVEZ, né...

    A maioria desse pessoal que vai em eventos de anime hoje é pré-adolescente que só curte os japa mainstream mesmo, né? =P

    Mas, como todos dizem aí, nunca pare sua história, ela ta evoluindo muito a cada volume!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Spray de Pimenta! Esse foi o ápice hein?!
    Acho que o maior problema dos eventos de anime para quem é fanzineiro é que não há presença do público alvo. Gente que se interesse por HQ que não seja o "mangá mainstream" como alguém disse aí. Conseguir uma sala não adianta, o jeito é partcipar de eventos que tenham um perfil diferente, voltado só para quadrinhos. O único que eu conheço é o Comix Fest... acho que é isso. Organizado pela Comix, tem umas duas vezes por ano. O Thales Gaspari já participou e disse que o público compra bastante e é bem mais interessado. Eles não abrem espaço para fanzineiros, mas ele participou junto com a Editora Crás. Conhece, né?
    Eventos só de quadrinhos: A Solução!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Oi Mary! Aqui é a Yumi, a fanzineira que tava no AD vendendo do lado da Nyo (Aline) o/

    omg eu sai nas fotoss nãooo XD hahaha

    Mas o que vc falou sobre os eventos é fato: o público cada vez mais parece não se interessar por fanzines, só querem saber de naruto e essas modinhas...mtos nem sabem o que é fanzine! teve um cara q passou ali no estande e disse que os zines eram palavra-cruzada! ah, se eu tivesse uma bazuca...

    eu vou continuar indo nos eventos, mais por causa do pessoal que acompanha, mas espero que essa situação melhore, ainda mais com o comite agindo hahaah XD

    ahhh sim msm que vc não venda mais em evento eu vou querer os ultimos volumes! o/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...